Água do Rio São Francisco avança em direção ao Ceará

Foto: Eduardo Queiroz

As comportas do reservatório Serra do Livramento do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco, em Cabrobó, Pernambuco, foram abertas, ontem, e a água segue em direção às cidades de Terra Nova, Cabrobó e Salgueiro, para depois chegar a Jati, no Ceará. "A obra será concluída neste ano", reafirmou o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, que participou do ato para a liberação da água para o canal da transposição das águas do Velho Chico.

O ministro falou em realizar o sonho de milhares de pessoas e que a água trará desenvolvimento para a região. O recurso hídrico vai percorrer os canais em direção aos estados do Ceará, Paraíba e posteriormente ao Rio Grande do Norte, após construção do Ramal do Apodi.

A perda de reservas hídricas nos açudes estratégicos do Nordeste, desde 2012, preocupa moradores e autoridades. No Ceará, o quadro é de grave crise porque há risco de aprofundamento da queda dos volumes do Castanhão e Orós, responsáveis pelo abastecimento de dezenas de centros urbanos, inclusive da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

O secretário de Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, ressaltou, recentemente, a dependência do Ceará das águas da Transposição do Rio São Francisco. Ele afirmou: "Torna-se definitiva, inexorável". Disse que a obra deveria ficar concluída até agosto. No Estado, o recurso hídrico vai ser bombeado no reservatório de Jati para o Cinturão das Águas do Ceará (CAC), até Missão Velha, e de lá segue pelo Riacho Seco, em direção ao Rio Salgado. É um caminho alternativo e esse trecho da obra está em conclusão.

Segundo o Ministério da Integração, em Pernambuco, cerca de nove mil pessoas da cidade de Terra Nova já receberão reforço hídrico no abastecimento de suas residências nos próximos dias. O benefício também contribuirá para o desenvolvimento da agricultura.

A água do São Francisco atingirá mais da metade do primeiro trecho (1N) do Eixo Norte, chegando a 80Km. Este trajeto é iniciado na captação do manancial, em Cabrobó (PE), e segue até a terceira e última estação de bombeamento (EBI-3) da etapa, em Salgueiro (PE). Ao todo, a meta 1N tem 140Km de extensão e é responsável por dar funcionalidade ao Eixo Norte, jáque a partir desse ponto a água continuará seu fluxo por gravidade até os demais estados beneficiados.

O ministro Helder Barbalho também vistoriou o andamento das obras da Meta 1N, entre as cidades de Cabrobó e Salgueiro. A previsão é que a Meta 1N seja finalizada em meados deste ano em Jati, no Ceará.

Caminho das Águas

A partir do reservatório Serra do Livramento, em Cabrobó, o São Francisco vai percorrer mais 26Km até a terceira estação de bombeamento (EBI-3), em Salgueiro (PE), para completar 80Km do trecho com água. Nesse percurso, passará por mais duas estruturas do Projeto (Aqueduto Salgueiro e o Reservatório Mangueira). No total, a água do Eixo Norte terá passado por duas estações, quatro reservatórios e cinco aquedutos.

Projeto São Francisco

Com 260km, o Eixo Norte está 95% finalizado e é organizado em três Metas de execução (1N, 2N e 3N). Quando totalmente concluído, o trecho poderá atender mais de 7 milhões de pessoas em Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.            


Fonte: Diário do Nordeste