Professores da rede municipal de ensino de Caririaçu dão prazo à Edmilson antes de deflagrarem greve - Portal Aurora Notícias

Professores da rede municipal de ensino de Caririaçu dão prazo à Edmilson antes de deflagrarem greve

Compartilhar
Foto: Reprodução

Caririaçu. O prefeito deste município, Edmilson leite (PDT) tem até o próximo dia 22, terça-feira da semana que vem, para evitar que professores da rede pública local decretem estado de greve no município. O prazo foi fixado ontem, 15, durante assembleia da categoria, convocada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Caririaçu (Sindsmcar), após inúmeras tentativas frustradas de negociação com a Prefeitura de Caririaçu.

Os docentes reivindicam a implantação imediata e integral da progressão horizontal para todos os profissionais efetivos do magistério, a partir do pagamento salarial referente ao mês de junho, além da abertura de canal de negociação com a gestão local, no mês de agosto, a fim de ser discutida proposta relativa ao pagamento dos valores retroativos alusivos a progressão reivindicada.

Ontem, professores realizaram manifestação pelas ruas do centro da cidade. Após percorrerem algumas vias públicas, os manifestantes se dirigiram até a Prefeitura, onde protocolaram documento especificando as reivindicações da categoria. O documento foi endereçado ao gabinete do prefeito do município, que não encontrava-se na cidade na ocasião da manifestação dos professores.

Conforme o presidente do Sindsmcar, Orlando Soares Bezerra, caso a Prefeitura não apresente nenhuma proposta aos profissionais da Educação, a categoria se reunirá em nova assembleia, marcada para o próximo dia 23, onde poderá decidir pela decretação do estado de greve. “Nós informamos que já ficou agendada nova assembleia, para o dia 23, ocasião em que poderá ser deflagrada a greve por tempo indeterminado, caso o Município não cumpra o que está previsto nos artigos 38,39 e 40 da Lei Municipal 565/2013”, informou o presidente do sindicato.

O prefeito Edmilson Leite não foi encontrado pela reportagem do Por Dentro do Assunto para comentar a decisão do professorado, bem como o prazo imposto pelos educadores ao município.

Conteúdo do robertocrispim.com.br