Seduc afirma que o pagamento do professor Bruno Rafael, contratado em caráter temporário por 60 dias, está em dia



Por Henrique Macêdo

A Secretaria da Educação do Ceará entrou em contato com a reportagem do Portal Aurora Notícias para prestar esclarecimentos a respeito do caso de do professor Bruno Rafael que tem repercutido nas redes sociais. A pasta reitera  que não há atraso de qualquer natureza na remuneração do profissional que foi contratado em caráter temporário por 60 dias. O prazo corresponde à licença médica de professora efetiva da rede pública estadual lotada na Escola EEEP Balbina Viana Arrais, localizada no município de Brejo Santo. A Seduc acrescenta ainda que foram seguidos todos os trâmites do processo de contratação, previstos na legislação vigente. Dessa forma, o professor será remunerado em primeiro de junho de 2018, sendo respeitado o prazo estabelecido no ato de contratação temporária.

Nota da Seduc
A Seduc ressalta que o Governo do Ceará paga rigorosamente em dia os salários dos servidores. Os professores são contemplados com incentivo financeiro e carga horária para estudos de mestrado e doutorado. Anualmente, são beneficiados pela política de promoções da categoria. Nos últimos quatro anos, o Governo do Ceará concedeu aumento remuneratório diferenciado das demais categorias, inclusive para substitutos.

No Ceará, a remuneração dos efetivos em início de carreira com 40 horas semanais é de R$ 3.777,31, podendo chegar até R$ 9 mil. Já o professor substituto com a mesma carga horária recebe R$ 3.009,47.