Carroceiro é preso em flagrante por estupro consumado

Foto: Reprodução / WhatsApp

A Ciops Juazeiro informou em seu boletim enviado a imprensa, que ontem (29) por volta das 08h40min, a composição militar da CP 2671 foi acionada para a instituição denominada de CRIASA, localizada na Rua Monsenhor Lima, Bairro Salesianos, em Juazeiro do Norte onde uma paciente de 35 anos teria sido vítima de estupro a qual contou com detalhes como o ato criminoso ocorreu. Segundo o boletim policial, a mulher encontrava-se dormindo em um dos quartos da referida instituição quando um indivíduo adentrou ao local e praticou a violência sexual após levá-la ao banheiro.

O sistema de monitoramento da CRIASA, durante o período compreendido entre 00h40min e 01h19min, flagrou a violação do ambiente e a condução da vítima até o local onde ocorreu a ação delituosa. Após a verificação das imagens, o infrator foi identificado como o carroceiro, José Roberto dos Santos, 41 anos, vulgo “Beto de Benício”, residente no bairro São José, em Juazeiro. A vítima foi conduzida a Delegacia Regional de Policia Civil de Juazeiro onde registrou do caso.

A policia diz o acusado já possui antecedentes criminais por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, usuários ou dependentes de drogas, crime contra a administração pública, crime ambiental, lesão corporal dolosa e furto(outros). Diante das imagens de “Beto de Benício” diligencias foram realizadas pela PM no intuito de efetuar a prisão dele.

Por volta das 16h45min, uma composição do S.I , foi informada que o carroceiro da encontrava-se na casa de uma irmã dele localizada no bairro Salesianos. Os policiais do serviço de inteligência juntamente com militares do Policiamento Ostensivo Geral se deslocaram ao endereço onde com a devida permissão da proprietária os adentraram ao imóvel e realizaram a prisão de “Beto de Benício” que foi conduzido a Delegacia Regional de Policia Civil de Juazeiro onde ele foi autuado com base no artigo213 do código penal (dec. lei 2848) estupro – consumado para em seguida ser encaminhado a cadeia pública do município ficando a disposição da justiça.

Fonte: Caririceara