Foto: SSPDS

A ampliação do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) para todo o território cearense tem refletido positivamente nas estatísticas de apreensões de armas de fogo no Estado. Antes mesmo de terminar o primeiro semestre de 2018, os policiais militares treinados na “Doutrina Raio” já apreenderam mais de mil armas de fogo em todo o Ceará. A agilidade e a intensificação de abordagens nas ruas estão por trás dos bons resultados, conforme a avaliação do coronel da Polícia Militar e comandante dos “raianos”, Márcio Oliveira.

A marca de mil armas apreendidas foi batida, na última sexta-feira (22), mas até esta segunda-feira (25), esse número já é de 1.012 apreensões. O saldo positivo aponta para um aumento se comparado ao ano de 2017, quando até dezembro, foram 1.401 armas de fogo. “O emprego da doutrina e as características do nosso policiamento contam muito nos índices que apresentamos. É importante destacar ainda a seleção de um efetivo, que vem motivado para desenvolver o trabalho ostensivo em motocicletas. Outro detalhe importante são as abordagens, pois se você aborda mais, consequentemente, se apreende mais”, destacou o comandante do BPRaio.

Uma das mais recentes ações foi registrada, no sábado (23), na cidade de Juazeiro do Norte – Área Integrada de Segurança 19 (AIS 19), quando um adolescente foi capturado em posse de dois revólveres calibre 38, ambos municiados. Foi durante um patrulhamento pelo bairro Santa Tereza, no município do Cariri cearense, que o BPRaio visualizou quando o menor de 16 anos, em atitude suspeita, correu e tentou se esconder em um dos imóveis da região. Rapidamente, os militares capturaram o suspeito e, com ele, foi encontrada uma munição calibre 38.

Na casa, foi apreendida uma pequena quantidade de maconha e uma chave que pertencia a uma residência próxima, onde o suspeito alegou ser o local onde ele residia. Uma busca na propriedade culminou nas apreensões de dois revólveres calibre 38, 12 munições intactas, além de várias pedrinhas de crack.O adolescente, que já possui passagens pela Polícia por tráfico de drogas e roubo a pessoa, foi encaminhado para a Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, onde foi realizado um ato infracional por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo.

“A gente vem trabalhando de maneira intensa e investindo nesse batalhão forte, que é o Raio. Essa força especializada, que vem para ajudar e agregar nas ações já desenvolvidas pelo Policiamento Ostensivo Geral, o POG da Polícia Militar, apresentou neste primeiro semestre esse número positivo para a segurança pública, no que se refere às apreensões de armas de fogo e outros delitos. E isso reflete o empenho dessas equipes”, pontuou o secretário da SSPDS, André Costa.

Outro crime que tem sido fortemente combatido pelos “raianos” é a comercialização de entorpecentes. Já foram 878 flagrantes pela traficância de ilícitos neste ano de 2018. Uma ação que exemplifica esses números ocorreu, na sexta-feira (22), quando o BPRaio encontrou quase seis quilos de maconha que eram transportados em um ônibus interurbano, que fazia a linha Fortaleza-Aracati (AIS 18). Na ocasião, após informes repassados pela equipe, uma busca foi realizada no transporte, onde foi encontrado o material na posse de Ana Caroline do Nascimento (26) – sem antecedentes.

No total, foram apreendidos seis tabletes pesando seis quilos. A maconha estava no interior de uma mala, sob o assento onde a suspeita estava. Caroline foi encaminhada para a Delegacia Regional de Russas, onde foi autuada em flagrante por tráfico de drogas.

Ampliação

Atualmente, o BPRaio possui 2.049 policiais militares atuando em todo o Ceará. A segunda fase da ampliação batalhão especializada em Fortaleza iniciou no José Walter (AIS 09), na quinta-feira (21),com mais 101 policiais para realizar o patrulhamento e atender ocorrências com agilidade, reforçando a segurança para toda a capital cearense, totalizando 202 agentes de segurança. Até o final da expansão, serão quase 800 policiais militares de serviço no Batalhão, somente na Capital.

A primeira fase fora da Capital foi concluída, após a regionalização que instalou nove bases em cidades-polo do Interior (Juazeiro do Norte, Sobral, Russas, Quixadá, Iguatu, Itapipoca, Crateús, Tauá e Canindé). Na segunda etapa, 21 municípios do Interior com população acima de 50 mil habitantes já contam com o policiamento ostensivo e ostensivo nas ruas: Aracati, Acaraú, Aquiraz, Beberibe, Brejo Santo, Camocim, Cascavel, Caucaia, Crato, Eusébio, Granja, Horizonte, Icó, Limoeiro do Norte, Maracanaú, Maranguape, Mombaça, Morada Nova, Quixeramobim, Pacajus e São Benedito. No Interior, o efetivo do BPRaio já alcança quase 1.300 agentes ativos.

A população de mais 11 municípios com população acima de 50 mil habitantes ainda terão a presença do batalhão especializado na cidade. O governador Camilo Santana anunciou uma terceira fase do projeto que prevê a presença desse policiamento especializado, dessa vez, nas cidades com população entre 30 e 50 mil moradores.

SSPDS


 
Top