Foto: SSPDS

Uma operação realizada pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), resultou na prisão de 22 pessoas até o momento. A “Faixa de Gaza 2”, iniciada a partir de um trabalho de investigação realizada por policiais da Delegacia Regional de Senador Pompeu, aconteceu em três cidades cearenses e atingiu dois grupos criminosos distintos, ambos com atuação na região de Senador Pompeu. Além do município, o trabalho policial se deu nas cidades de Juazeiro do Norte e na Capital do Estado, Fortaleza. Durante a ação, foram apreendidas armas de fogo, munições, drogas e outros materiais ilícitos.

Esta é a 2ª fase da operação, que foi deflagrada na última terça-feira (19), e contou com a atuação de policiais civis de Senador Pompeu, Pedra Branca e Juazeiro do Norte; e de policiais militares lotados em Senador Pompeu e também do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio). No total, foram sete meses de investigações, que resultaram em 32 mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão expedidos. Desses, 22 foram cumpridos. Dos 22, sete tiveram como alvos indivíduos que já estavam detidos em unidades prisionais do Estado.

Foram cumpridos mandados contra: Antônio Silvino de Sousa Filho; Jailton Ribeiro de Lima; Francisco Alex Alves de Lima, conhecido como “AA” ou “Alex do Pavãozinho”; André Vieira da Silva; Francisca Suliane da Silva Feitosa; Antônio Sebastião Sirio Neto, conhecido como “Tatal”; Francisco Uziel Pereira Sirio, conhecido como “Longa”; Antônia Talita Pereira Sirio; Danilo Moreira Alves, conhecido como “Danilo Moreno DG”; Flávio Moreira Ribeiro, conhecido como “Fabinho”; Maurício Medeiros Dourado da Silva, conhecido como “Alemão” ou “Ronaldo”; Gilliardi; Francisco Valdemir Machado Ferreira, conhecido como “Val”; Yara Ruth Reinaldo Morais; “Bolinha”; Ossion Pergentino Santos, conhecido como “Osser”, “Bicão”, “Tio” e “Ocea”; José Emiliano da Silva, conhecido como “Buiú”, “Tapioca” ou “Caucaia”; Francisco Wesley Pergentino de Oliveira, conhecido como “Chupeta”, “Pitbull”, “Thuthuca” e “Palito”; Francisco Cleiton da Silva, conhecido como “Cabeça”; César Carlos Rabelo Nobre, conhecido como “Cesão” ou “Grande”; Antônia Elani Pereira da Silva, conhecida como “Elenir”; e Luana, conhecida como “Mulher do Cabeça”. Todos foram detidos e encaminhados à autoridade policial responsável pela operação.

Durante a ação, os policiais apreenderam uma prensa hidráulica, balanças de precisão e um malote contendo o brasão da Polícia Federal. Armas e drogas também foram apreendidas. Ainda foi conseguido o bloqueio de R$ 150 mil, dinheiro esse pertencente ao grupo criminoso. A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) mantém as investigações e as buscas, com o objetivo de capturar outros possíveis envolvidos em ações ilícitas, como tráfico de drogas e homicídios registrados na região.

1ª Fase

Esta foi a segunda fase da “Operação Faixa de Gaza”. A primeira etapa aconteceu no dia 14 de julho de 2017 e resultou nas prisões de 14 pessoas. Na ocasião, também foram apreendidas quatro armas, 34 munições, dois carregadores de 380, três coletes, 72 trouxinhas de cocaína, 81 trouxinhas de crack, 55 trouxinhas de maconha, um tijolo com 500g de maconha, uma balança de precisão, 31 maços de cigarros contrabandeados, dez aparelhos celulares, oito animais silvestres, aparelhos de TV, R$ 30 mil em espécie
 
Top