Caririaçu. Iniciada no último dia 20 de junho, a festa de São Pedro, padroeiro deste Município do Cariri cearense, chegou ao fim com a tradicional procissão, realizada no início da noite nesta sexta-feira (29), dia que o santo é festejado. Milhares de pessoas se reuniram na Igreja Matriz para, em seguida, percorrer as principais ruas da cidade. Este ano, a celebração completa 150 anos.

Foram nove dias de celebrações religiosas. De dia, a alvorada da manhã, missa, caminhada com a imagem de São Pedro peregrino; enquanto a noite, confraternização entre as famílias e novena. Um palco, ao lado da Praça Padre Augusto, recebeu shows de artistas regionais e locais. Ainda nesta sexta-feira (29), Noda de Caju, Forró do Movimento e Gledson Gomes e banda encerram a festa social.

O prefeito Edmilson Leite destacou o apoio do Governo do Estado e da Polícia Militar que, diariamente, enviou 20 homens para garantir a segurança no Município. Nenhum incidente foi registrado. “Tudo calmo. Tudo tranquilo. Tanto a parte religiosa, como social. Temos resgatado a cultura de paz do Município, onde o povo se reúne na fé e na parte social”, completa Edmilson.

Reencontros

Segundo o chefe do Executivo, a festa do padroeiro, além da importância religiosa, é um encontro de famílias que moram em outras cidades e aproveitam para se reunir, todo ano, neste período. “Fora isso, trazem amigos para conhecer Caririaçu. Aqui tem mais de 600 pessoas de fora. Isso traz renda para o comerciante, desenvolvimento para a cidade”, ressaltou Edmilson.

O empresário Aderson Borges é um destes exemplos. Anualmente, ele vem de São Paulo, onde trabalha, para encontrar sua família em Caririaçu na festa de São Pedro. “Nossos avós foram fundadores da cidade e estamos sempre presentes nessa época. É importante para família, é um reencontro. Aqui é uma cidade hospitaleira, clima agradável, um povo muito simpático e recebe todo mundo da melhor maneira possível” garante.


Para o padre Alberto Nascimento, líder religioso da Paróquia de São Pedro, a festa resgata a tradição e os bons costumes da população.  “Representa a valorização da presença de Deus em cada um de nós. São Pedro é instrumento de Deus. Como homem, pecador e fraco, soube viver a vontade de Deus. Então esse é nosso desejo, se esforçar e fazer a vontade de Dele mesmo diante das dificuldades e divergências que a sociedade apresenta”, ressalta o pároco.

“É importante esse clima de irmandade, de pertencer essa comunidade, se encontrar com as pessoas e fazer parte”, destaca a professora Rochelle Borges de Carvalho. Ela que, a pouco tempo, saiu de Caririaçu, vê a festa de São Pedro como  “uma questão de amor e vínculo com a terra”, conta. “A cidade tem uma fé venerada a São Pedro ele é uma fortaleza e a comunidade vive esse momento”, conclui.

Fonte: Antonio Rodrigues / Diário do Nordeste
                        








 
Top