Rodoviários podem entrar em greve por tempo indeterminado no Ceará

Foto: Lúcio Távora

Os usuários do transporte público intermunicipal e interestadual no Ceará correm o risco de ficar sem o serviço por tempo inderteminado. A situação será decidida em uma votação que acontecerá nesta quarta-feira, 4, durante a assembleia geral de greve nas rodoviárias de Fortaleza e Juazeiro do Norte. A convocação foi feita pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Transporte Rodoviário de Passageiros Intermunicipal e Interestadual (Sinteti).
                      
O suposto abuso de poder de determinadas empresas está entre as denúncias feitas pelo Sinteti, que afirma que os profissionais do ramo estão sendo pressionados a assinar um termo aditivo concordando com mudanças impostas pelos empresários. Entre elas estão o fim da hora extra e do passe livre dos rodoviários, redução de três horas no horário de descanso e mudança do dia do pagamento para o quinto dia útil. "Alguns dos trabalhadores que se recusaram a assinar esse aditivo já foram demitidos", disse o assessor do sindicato, Jefferson Abreu.

Segundo ele, a assessoria jurídica do sindicato laboral está trabalhando no caso. Para eles, as empresas planejam implantar uma reforma trabalhista, demitindo funcionários antigos e contratando novos que receberão cerca 50% menos.

Não é a primeira vez que os rodoviários paralisam suas atividades. No dia 20 de junho deste ano, veículos do transporte intermunicipal e interestadual ficaram parados até às 21 horas em Fortaleza e Juazeiro do Noite. Entre as reinvidicações estavam o reajuste salarial e aumento de benefícios como vale transporte e cesta básica

Fonte: Lia Bruno / O Povo