O Ceará vacinou 7% das crianças contra sarampo e poliomielite na primeira semana da campanha nacional. O número está abaixo da média do país, que alcançou 10% do público alvo neste mesmo período, segundo o Ministério da Saúde.

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a poliomielite e sarampo iniciou na última segunda-feira (6), e segue até o dia 31 de agosto. Crianças de um a menos de cinco anos de idade devem se vacinar contra as doenças. No Ceará, 509.183 crianças devem receber a vacina.

Nesta primeira semana, ao todo, 36.907 mil crianças foram imunizadas contra poliomielite no Ceará, o que corresponde a 7,25% do público. Já contra sarampo, 7,27% do público recebeu as doses, o que corresponde a 37.023 mil crianças cearenses.

Conforme o Ministério da Saúde, a meta é vacinar 95% do público alvo no país, para diminuir a possibilidade de retorno da pólio e reemergência do sarampo, doenças já eliminadas no Brasil.

Filas nos postos

Por causa das filas nos postos, alguns pais não conseguiram vacinar os filhos neste sábado (11), como o auditor Gil Negromonte. “Não tem condições. É complicado porque, apesar de ter a campanha, acho que eles não botam quantidade de profissionais suficientes para atender a demanda. A fila tá gigantesca e não tenho condições de esperar hoje”, afirmou.

São dois postos abertos aos fins de semana em Fortaleza: o posto de saúde Paulo Marcelo, no Centro, e o posto de Messejana.

A Secretaria da Saúde de Fortaleza informou que a capital é a única do país a oferecer o serviço de imunização aos fins de semana, e afirmou que a equipe está completa, porém, admitiu que, diante do aumento da procura, pode haver demora no atendimento.

Durante a semana, a população tem acesso às vacinas em todos os postos da capital. O funcionamento é de 7h às 19h. No próximo sábado (18) é o dia D de mobilização nacional, quando todos os postos de saúde do Ceará estarão abertos.

(Foto: Infografia: Karina Almeida/G1) 
Vacinas


Para atender a demanda, foram adquiridas 28,3 milhões de doses das vacinas no Brasil por R$ 160,7 milhões.

O Ceará já recebeu 1.285.070 doses, das quais 37.470 da Vacina Inativada Poliomielite (VIP), 636.509 da Vacina Oral Poliomielite (VOP) e 611.100 da Tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba.

Para a poliomielite, as crianças que não tomaram nenhuma dose durante a vida, receberão a VIP. Já os menores de cinco anos que já tiverem tomado uma ou mais doses da vacina, receberão a VOP, a gotinha.

Em relação ao sarampo, todas as crianças receberão uma dose da vacina Tríplice viral, independentemente da situação vacinal, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos trinta dias.

Fonte: G1 CE



 
Top