Número de queimadas no Ceará cresce 27% em 2018, segundo Inpe

Foto: Diário do Nordeste

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inep) registrou , só neste mês de agosto, 1.682 focos de incêndio em vegetação no Ceará. No ano passado, no mesmo período foram 1.239 casos. Um crescimento de 27%.

Segundo o Inep, a cidade que mais registrou foi Canindé, a 105 quilômetros de Fortaleza, com 204 registros. Em seguida aparece Saboeiro, com 115. Ocara registrou 82 casos, Chorozinho 81 casos e Sobral 67.

Queimadas - Ceará

1.682 focos

Canindé - 204

Saboeiro - 115

Ocara - 82

Chorozinho - 81

Sobral – 67

Incêndio em Sobral

Segundo o Corpo de Bombeiros, foram seis pequenos incêndios só neste domingo (26) em Sobral. A maioria em vegetações próximo a estradas. A preocupação era com a fumaça que pode atrapalhar o motorista e causar acidentes. Ninguém ficou ferido.

O Corpo de Bombeiros fez o combate de todos os pontos e fez o alerta para evitar fazer queimadas nesse período, por que o fogo pode fugir do controle e se espalhar. Os bombeiros disseram ainda que chegam a atender cerca de dez chamados por dia nesse período do ano.

Fonte: G1 CE