Últimas Notícias

De virada, Ceará vence a Chapecoense e deixa a zona de rebaixamento do Brasileirão

Foto: Xandy Rodrigues

Na luta contra o rebaixamento no Brasileirão, duelos diretos têm peso dobrado. E na noite deste domingo, o Ceará sentiu o alívio ao bater um rival com o mesmo objetivo. De virada, o Vovô venceu a Chapecoense por 3 a 1 e deixou a degola da Série A - Doffo abriu o placar para os catarinenses, mas Valdo, Arthur e Leandro Carvalho garantiram o triunfo. O resultado faz o time de Lisca saltar na tabela para a 15ª colocação, com 30 pontos - o Vasco, que joga na segunda, pode ultrapassar os cearenses, que não voltam para o Z-4. A derrota faz o Verdão cair para 18º, com 28 pontos.

No primeiro tempo, Doffo abriu o placar para a Chapecoense. Na etapa final, o Ceará virou primeiro com Valdo, depois com Arthur e ampliou com Leandro Carvalho.

Em função das Eleições no país, a 28ª rodada do Brasileirão começa na sexta-feira, mas o Ceará não tem data definida para jogar, porque o Cruzeiro está envolvido com a Libertadores - o jogo no Mineirão ainda será remarcado. A Chapecoense volta a campo no sábado, às 16h. Na Arena Condá, recebe o Atlético-MG.

Ao fim da partida, Lisca e jogadores foram comemorar com os torcedores no Castelão. O comandante ainda fez referência aos presentes na arquibancada após a saída da zona de rebaixamento pela primeira vez desde a 2ª rodada do Brasileirão.

Em menos de 10 minutos, Valdo transformou a noite de domingo. Aos 3 minutos do segundo tempo, Everson saiu mal da meta, Diego Torres rolou para Bruno Silva bater. Em cima da linha, o zagueiro do Ceará impediu o que seria o segundo gol da Chapecoense. Aos 11, o defensor apareceu na área para empatar o jogo e abrir caminho para a virada.

Um pedido do técnico Guto Ferreira era parar de sair atrás do placar nos jogos. Contra o Ceará, pela primeira vez a Chape conseguiu o feito com o comandante, mas não foi o suficiente. O Verdão não soube segurar a vantagem na segunda etapa e segue sem vencer como visitante no Brasileirão.

Primeiro tempo

A etapa inicial no Castelão demorou a ter emoção. A primeira finalização saiu somente aos 23, com Juninho Quixadá. O ritmo seguia lento até os 34, quando a Chapecoense balançou as redes. Bruno Pacheco cruzou, Everson rebateu para a área, e Doffo completou. Em desvantagem, o Ceará passou a pressionar, mas esbarrou em Jandrei, que garantiu o 1 a 0 no placar.

Segundo tempo

Ao contrário dos primeiros 45 minutos, a movimentação começou cedo, com chances claras para as duas equipes desde o início do segundo tempo. Porém, em dois minutos, o Ceará foi efetivo e virou. Primeiro aos 11, com Valdo, depois aos 13, em lindo gol de Arthur. A Chapecoense, com a necessidade de somar pontos, se lançou ao ataque, mas desorganizada, permitiu contra-ataques. Foi assim que o Vovô definiu o confronto, com Leandro Carvalho, aos 31.

Renda e público

Público pagante: 27.485
Não pagante: 741
Renda: R$ 310.170,00

No cartola

No fantasy, Samuel Xavier foi o maior pontuador do Ceará e do jogo, com 15,70. Doffo, pela Chapecoense, fez 10,30. O pior desempenho foi o do goleiro do Verdão, Jandrei: -7,20.

Fonte: Globo Esporte