Eduardo Girão, do Pros, declara voto em Jair Bolsonaro

O candidato ao Senado Federal, Eduardo Girão (Pros), declarou que votará em Jair Bolsonaro (PSL) no próximo dia 7. Apesar de ser identificado com pautas conservadoras e embora pertença a chapa PSDB-Pros, que apoia a candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB) no plano nacional, o ex-presidente do Fortaleza Esporte Clube ainda não tinha manifestado apoio a nenhuma candidatura ao Planalto.

Por meio de sua assessoria, Girão disse que o apoio ao capitão reformado vem após muita reflexão.  “Declaro voto a Jair Bolsonaro, porque foi o único a se posicionar claramente contra o aborto, contra a liberação das drogas e contra ideologia de gênero, pautas importantíssimas para mim”.

Ele ponderou, entretanto, que é contra algumas convicções de Bolsonaro, sem especificar quais. Se eleito, afirmou, inclusive, que fará contraponto a Bolsonaro, caso também seja eleito.  “Mas, no atual cenário, o considero mais próximo da ruptura com o sistema corrompido instalado no Brasil e, em especial, no nosso Ceará”.

O presidente do partido de Girão, candidato a deputado federal Capitão Wagner (Pros), já havia declarado apoio a Bolsonaro. Em vídeo juntos, inclusive, aparece chamando o parlamentar de “meu presidente”.

Última pesquisa Ibope para o Senado mostra Girão em terceiro lugar, com 10%, atrás de Cid Gomes (PDT), com 55%, e Eunício Oliveira (MDB), que somou 39%. Bolsonaro, em pesquisa Datafolha dessa terça-feira, 2, aparece isolado na liderança, com 32% das intenções de voto. A vantagem é de 11 pontos sobre o segundo colocado, Fernando Haddad (PT) – com 21%. Ciro Gomes tem vida mais difícil que o irmão, com 11% das intenções.

Confira declaração na integra:

” Sou um homem de causas e ideais, por isso entrei na vida pública. Há mais de 15 anos atuo na defesa da vida, da família e dos valores éticos. Neste momento tão importante da política brasileira, quando nossa pátria está sendo passada a limpo, tenho que manter a coerência, marcar posição. Meu lugar nunca foi em cima do muro e a verdade sempre foi meu norte. Portanto, depois de muito refletir e analisar propostas de todos os candidatos à Presidência da República, declaro voto a Jair Bolsonaro, porque foi o único a se posicionar claramente contra o aborto, contra a liberação das drogas e contra ideologia de gênero, pautas importantíssimas para mim. Preciso dizer, porém, que sou contra algumas de suas convicções, das quais serei um contraponto, se eleito for ao Senado. Mas, no atual cenário, o considero mais próximo da ruptura com o sistema corrompido instalado no Brasil e, em especial, no nosso Ceará. Deus nos ilumine e abençoe a nossa nação! Paz & Bem.”

Fonte: Blog de Política O Povo