Uma pessoa é presa por furto de energia em Juazeiro do Norte

Foto: Antônio Rodrigues

Um homem foi preso em flagrante, na noite de ontem (10), durante uma operação de combate ao furto de energia elétrica do Município. Equipes da Enel Distribuição Ceará identificaram irregularidades na medição de uma fábrica. Ele foi conduzido para a Delegacia Regional de Polícia Civil. As últimas prisões no Cariri aconteceram no dia 27 de julho, quando duas pessoas foram autuadas no Crato.

Só em 2018, 55 pessoas já foram presas por furto de energia no Ceará. As prisões ocorreram em 24 municípios do Estado, sendo Fortaleza (com oito), Mombaça e Tianguá (com cinco) e São Gonçalo (com quatro), as cidades com maior número de autuações. Ao longo de 2017, foram efetuadas 58 prisões.

A Enel Distribuição Ceará realiza investigações em todo o Estado e atua em conjunto com a Polícia Civil para efetuar as Prisões. O trabalho é feito através de análise de dados internamente e, em campo, por cerca de 200 equipes.

Além de ser crime, com pena prevista de um a oito anos de reclusão, o furto de energia afeta diretamente a qualidade do serviço prestado pela distribuidora e põe em risco a população, principalmente as pessoas que manipulam a rede elétrica. As ligações irregulares podem causar curtos-circuitos e sobrecarga na rede elétrica, ocasionando interrupção no fornecimento de energia.

Por Antônio Rodrigues – Diário do Nordeste