Fortaleza joga contra Atlético/GO para vencer e buscar acesso

Foto: JL Rosa

Invicto há dois jogos fora de casa, pois venceu o Brasil/RS e empatou com o Oeste, o Leão tenta superar o Atlético/GO, no Estádio Antônio Accioly, às 17 horas de hoje, pela 34ª rodada da Série B para conseguir o acesso à elite do futebol brasileiro. Para isso, será preciso também que o Londrina não vença.

No primeiro turno, o Leão perdeu para o Atlético, na Arena Castelão, por 1 a 0, no dia 14 de julho. Vale lembrar que o time titular do Tricolor naquele período não contava com quatro jogadores que são muito importantes para o grupo no modelo tático atual. São eles o volante Nenê Bonilha, o zagueiro Ligger e os atacantes Gustavo e Marcinho.

Equilíbrio

Nesse 2º turno da Série B, o Leão quer atingir o equilíbrio, visto que é o melhor mandante, com 39 pontos ganhos em casa. Porém, é o sexto visitante, com 22 pontos fora.

"O Rogério sempre abordou isso com a gente. Um time que parte para o acesso e depois para o título tem que ir bem fora de casa e melhor ainda nos seus domínios. Nós colocamos isso em pauta e procuramos manter um aproveitamento acima de 50%, pelo menos", disse Diego Jussani.

O defensor lembrou que a derrota frente ao Atlético/GO, na capital cearense, ainda está engasgada na garganta: "É um time muito difícil e sabemos o que sofremos naquele jogo para o Atlético, que fez um gol no contra-ataque e ainda teve chance para fazer o segundo. Estamos com aquela partida na cabeça de 31 finalizações que tivemos e não conseguimos fazer o gol, mas vamos fazer o nosso melhor", completou Jussani. Mesmo estando na liderança isolada, com 61 pontos, o técnico do Fortaleza, Rogério Ceni, entende que a sequência de jogos de sua equipe será a que exigirá mais, entre os postulantes ao acesso à Série A do Campeonato Brasileiro.

"Não apenas na teoria, mas na prática também, teremos jogos muito difíceis. Quando você vai jogar tênis, o último saque é sempre o mais difícil. Teremos pela frente, Atlético/GO, CSA, Juventude, brigando pelo rebaixamento, e Coritiba, que não sei como estará na última rodada", disse Rogério Ceni.

Busca pelo título

O treinador do Leão comemorou a situação de sua equipe estar há seis jogos invicta. "Nos últimos seis jogos, estamos sem perder, com quatro vitórias e dois empates. O time firmou bem nessa reta final de campeonato. A gente espera nos próximo cinco jogos, fazer tudo o possível para brigar pelo título e para subir o Fortaleza para a Série A".

O Tricolor do Pici conta com todos os jogadores que ultimamente se tornaram titulares. O volante Nenê Bonilha, que sentia dores por causa de uma pancada no tornozelo, recuperou-se a tempo de ser relacionado. O meia Marlon reaparece, após cumprir suspensão por cartão amarelo.

Atlético/GO

O Dragão vem de duas vitórias, mas longe do Estádio Antônio Accioly. Em casa, o Atlético vem de três jogos sem vitória, sendo um empate com o Vila Nova e derrotas para Juventude e Sampaio Corrêa. O técnico Wagner Lopes promove apenas uma alteração no time. Sem contar com o atacante Júlio César, ele lança Vitinho em seu lugar.

Renovação

O executivo de futebol do Fortaleza, Sérgio Papellin, disse ontem nos microfones da Verdinha 810 que o clube está negociando com o técnico Rogério Ceni para renovar o vínculo por mais dois anos. "Muito do que conseguimos até aqui se deve ao Rogério Ceni e seria importante mantê-lo, entretanto, será difícil, porque pelo trabalho, ele se valorizou muito", disse Papellin.

Fonte: Diário do Nordeste