Mototaxista é morto com cinco tiros em Crato


Cícero Dantas da Silva, 42 anos o “Cícero moreno”
(Foto: Redes sociais)

Na tarde desta quarta-feira (21), um mototaxista Cícero Dantas da Silva, 42 anos o “Cícero moreno” como era apelidado que residia na rua Luiz Barreto de Morais, 25, imediações da Praça dos quatro bancos, Bairro Seminário foi encontrado por populares por volta das 16h30min que avisaram a polícia, morto caído ao lado de sua motocicleta de placa NQZ-2891 na CE 386, imediações do antigo colégio agrícola, no sítio Almecegas, em Crato.

A princípio pensava-se que teria sido uma morte por acidente, mas após a polícia militar chegar ao local e solicitar a presença de profissionais do Samu que ao examinarem a vítima, constataram o óbito e lesões à bala no corpo do mototaxista. A morte foi comunicada a perícia forense que deslocou uma equipe no rabecão que ao examinar o corpo de Cícero, verificou que ele teria morrido ao ser alvejado com quatro disparos de arma de fogo na face e outro em uma das mãos. Em seguida o corpo foi traslado para ser submetido a necropsia no núcleo de ciências forense do cariri, em Juazeiro do Norte, e posterior liberação para sepultamento.

Cícero não possuía antecedentes criminais e trabalhava no ponto de mototáxi localizado na rua Sagrada Família, próximo a Prefeito do Crato, centro da cidade. A polícia apurou que ele teria ido deixa uma filha sua que reside no Sitio Serrinha e no retorno acabou sendo assassinado. A mulher ainda disse a polícia, que o pai além ser mototaxista também emprestava dinheiro a juros. O aparelho celular e a carteira de bolso da vítima não foram localizados, diz a polícia, que não está descartada a hipótese de que Cícero possa ter sido vítima de latrocínio, roubo seguido de morte. A autoria da ação criminosa ainda é desconhecida, afirma a polícia.

Fonte: Caririceara