Morre no HRC em Juazeiro acusado de associação criminosa baleado 10 dias atrás em Campos Sales

Foto: Arquivo

Um homem de 35 anos com passagens policiais faleceu na noite desta quarta-feira (05), em um dos leitos do Hospital Regional do Cariri em Juazeiro do Norte vítima de homicídio por arma de fogo. A vítima trata-se de Antônio Evaldo Costa Souza, que era mais conhecido pela alcunha de “Antônio de Zé Bebin” e residia em Campos Sales onde ocorreu o crime.

De acordo com o registro policial, na manhã da segunda-feira, 26 de novembro de 2018, por volta das 10 horas a vítima estava de motocicleta na Praça Vila Mariana, Bairro Guarani, Campos Sales onde funciona uma feira livre de cereais e grãos quando sofreu quatro tiros, atingido nas costas e um à altura do pescoço. Na ocasião “Antônio de Zé Bebin” foi socorrido inicialmente ao hospital local, em seguida encaminhado ao hospital regional do cariri, em Juazeiro do Norte onde morreu 10 dias depois.

No dia do crime as viaturas de serviço da polícia militar estiveram no local do ocorrido, mas ninguém declinou nada como teria acontecido o delito.  No entanto quando era socorrido, a vítima disse aos policiais, que seus agressores eram dois homens desconhecidos que chegaram em veículo modelo Gol prata, atirando contra sua pessoa para em seguida fugiram sentido Sítios Cabaceira e Inharé, em Campos Sales.

O policiamento dirigiu-se a região indicada por “Antônio de Zé Bebin” como rota de fuga dos acusados onde realizou diversas diligências por toda a área, inclusive com o apoio de uma composição de policiais civis, sendo também acionada a polícia militar das cidades de Fronteiras/PI e Pio IX/PI, porém sem obter êxito em identificar e prender a dupla acusada.

A motocicleta da vítima, uma Yamaha fazer, ano 2017, cor vinho foi recolhida ao pátio interno do quartel da polícia militar de Campos Sales para as providências cabíveis. A PM afirmou ainda que consulta junto ao Aplicativo Portal do Comando Avançado desenvolvido e disponibilizado pela SSPDS/CE, constatou que “Antônio de Zé Bebin” respondia a procedimentos policiais por infração ao artigo 288 do CPP (associação criminosa) e ao 16 do Estatuto do Desarmamento (porte/posse de arma de fogo de uso restrito).

Fonte: Caririceara