Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Vídeos

TV Diário do Sertão

Mais Acessadas

Pesquisar

Presos de facção criminosa fogem de presídio por encanamento de água na Grande Fortaleza

Suspeitos fugiram por um encanamento de água dentro de presídio na Grande Fortaleza 
Foto: Ricardo Mota/TVD

Pelo menos quatro presos que seriam ligados à uma facção criminosa local fugiram do presídio Instituto Penal Professor Olavo Oliveira (IPPOO) II, em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A fuga foi percebida por agentes penitenciários somente na manhã desta quinta-feira (20).

Segundo a representante do Conselho Penitenciário do Ceará (Copen), advogada Ruth Leite Vieira, os presos cavaram um túnel, acompanharam um cano de água e conseguiram passar pela muralha da unidade prisional.

Um dos fugitivos seria Marcos Fernando Monteiro Marques, conhecido como 'Chicó', de 31 anos, que ocupa posição de liderança na facção, conforme Ruth Leite. Ele foi preso em uma investigação da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), da Polícia Civil. A detenção ocorreu bairro Damas, em Fortaleza, em março de 2017, e foram apreendidos dois fuzis.

Segundo a DRF, 'Chicó' realizou ao menos dez roubos a bancos no Ceará. A quadrilha a que ele pertence utilizava até drones para vigiar a rotina das agências bancárias alvo das ações criminosas.

Investigação

A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) confirmou a fuga de quatro internos do presídio. A Sejus afirmou que os internos foram identificados como Edgly Dutra Barbosa (art. 33), Marcos Fernando Monteiro Marques (art. 16, 12, 171 e 288), Antonio Iago da Silva (art. 33, 14 e 157) e Dhelk Vieira Silvestre (art. 157, 14 e 280).

A Sejus disse também que as condições da fuga estão sendo investigadas. A Polícia Militar já iniciou os procedimentos de busca e recaptura.

Fonte: G1 CE

Ceará

Comentários