Reféns mortos em tiroteio no município de Milagres são identificados

Cinco pessoas da mesma família morreram baleadas na madrugada desta sexta-feira (7), em Milagres. Fotos: Redes sociais
                 
Por Henrique Macêdo – Redação Aurora Notícias

Milagres – As cinco pessoas da mesma família que morreram num tiroteio que resultou na morte de 14 pessoas, ocorrido na madrugada desta sexta-feira, 7, em Milagres, foram identificadas. Segundo informações, pai e filho, haviam ido ao Aeroporto Regional do Cariri, em Juazeiro do Norte, para buscar três familiares que vinham do estado de São Paulo para passar o fim de ano na cidade de Serra Talhada-PE. Por volta das 02h47min, no retorno ao estado de Pernambuco, a família foi interceptada por criminosos que se preparavam para assaltar os Bancos do Brasil e Bradesco, ambos localizados na Rua Presidente Vargas, no Centro de Milagres. Um caminhão foi usado pelo bando para parar o veículo das vítimas e bloquear a BR-166, imediações da ponte sobre o riacho Tamanduá.

Estavam no veículo o empresário o ramo de informática, João Batista Campos Magalhães, 48 anos, seu filho, Vinicius de Sousa Magalhães, 14 anos, Claudineide Campos de Souza, 41 anos e seu marido Cicero Tenório dos Santos, 60 anos, e o filho do casal, Gustavo Tenório dos Santos, 13 anos. Pai e filho moravam em Serra Talhada, estado de Pernambuco. Cleoneide, Gustavo e Cicero residiam na cidade de Carapicuíba, no interior de São Paulo. 

Outra refém que foi a óbito:

Francisca Edneide da Cruz, 49 anos, moradora do Jardim Santa Fé, município de Hortolândia, São Paulo.

Suspeitos de integrar a quadrilha que morreram em confronto com a polícia:

Mackson Júnior Serafim da Silva, 26 anos, que residia no estado de Sergipe;

Lucas Torquato Loiola Reis, 18 anos, natural de Delmiro Gouveia, Alagoas.

O grupo criminoso estava fortemente armado e houve intensa troca de tiros durante cerca de 20 minutos, o que deixou a população em pânico. Um dos suspeitos foi ferido durante a troca de tiros e está internado em um hospital da cidade. O grupo não conseguiu levar o dinheiro das instituições bancárias.

Prisões


Foto: Divulgação: SSPDS

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Ceará, três suspeitos foram presos. Sidney Wynne Santos, 25 anos, Rozelir da Silva Caldas, 34 anos e Robson José dos Santos, 36 anos.
               
Sidney foi preso em posto de gasolina próximo ao município de Mauriti, sendo que no momento da prisão, tentou fugir. Com ele foi apreendido uma pistola.

O segundo suspeito, Rozelir da Silva, foi preso por volta das 14h30min, no Posto Magnólia, distante aproximadamente 3km da sede do município de Milagres. Ele se passava por morador da cidade para tentar despistar os policiais. No entanto, os agentes já tinham informações sobre as suas características.

Já Robson José, foi capturado pela manhã em Brejo Santo. Ele contou a polícia ser o motorista que daria fuga ao bando. 

Apreensões


Foto: Divulgação/SSPDS

Na ação, a Polícia Militar apreedeu quatro veículos, sendo uma WV Saveiro, um Chevrolet S10, um Mitsubishi L200 e um Corsa. Também foram apreendidas três pistolas (calibres 9 milímetros, ponto 40 e 380), um revólver calibre 38, uma arma calibre 12 e explosivos. 

As investigações sobre o caso estão em andamento.

Faça o Aurora Notícias conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (88) 99799-9345.