Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Vídeos

TV Diário do Sertão

Mais Acessadas

Pesquisar

Suspeitos de participarem de assalto a banco de Milagres serão ouvidos nesta terça em Juazeiro do Norte

Suspeitos de participarem da tentativa de assalto a bancos em Milagres serão ouvidos nesta terça-feira (18), em Juazeiro do Norte. — Foto: Isaac Macedo/TV Verdes Mares

Oito presos suspeitos de participarem da tentativa de assalto a dois bancos em Milagres, na Região do Cariri do Ceará, serão ouvidos nesta terça-feira (18) em audiências de custódia. A tentativa de assalto a bancos de Milagres foi frustrada pela polícia. Os depoimentos ocorrem no Fórum Juvêncio Santana, em Juazeiro do Norte. As audiências começam logo pela manhã e se estendem pela parte da tarde.

O confronto terminou com 14 pessoas mortas, incluindo seis reféns. A tentativa de roubo aconteceu na madrugada desta sexta-feira (7), no Centro da cidade. De acordo com a Secretaria de Segurança, durante a tentativa de furto cinco criminosos foram baleados nas proximidades das agências e morreram.

Outros dois homens foram atingidos por disparos de arma de fogo e foram encaminhados a unidades de saúde da região, mas não resistiram aos ferimentos e morreram no hospital. Um oitavo suspeito foi localizado no município de Barro, no interior do Ceará, onde entrou em confronto com policiais militares, e também faleceu.

A quadrilha levou seis pessoas como reféns, de duas famílias, até o centro de Milagres, onde ficam as agências do Banco do Brasil e Bradesco. Durante o confronto policial, os seis reféns foram baleados e morreram.

Destas seis, cinco são os membros de uma família de Serra Talhada (PE) e um de uma família natural de Brejo Santo. Os corpos das cinco pessoas foram sepultados em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco.

Segurança reforçada

A segurança na cidade está reforçada. Na madrugada desta terça-feira (18), o Fórum Juvêncio Santana foi alvo de ataque. Um grupo criminoso atacou além do Fórum a sede do Demutran e incendiou ambulância em Juazeiro do Norte. A polícia não confirmou se os ataques possuem alguma relação com a realização da audiência dos suspeitos.

O Ministério Público do Ceará investiga se a cena do crime foi adulterada.

Fonte: G1 CE

Cariri

Comentários