Homem com distúrbios mentais morre asfixiado com fumaça após atear fogo em casa em Mauriti-CE

José Evangelista Neto, apelidado por “Dedezinho”, morreu na madrugada deste sábado (05), em Mauriti-CE asfixiado com fumaça. Foto: Redes sociais

Um homem de 46 anos identificado por José Evangelista Neto, apelidado por “Dedezinho”, morreu na madrugada deste sábado (05), em Mauriti-CE asfixiado com fumaça. O fato aconteceu no interior da casa dele na Rua José Leite da Costa, 471, no centro da cidade.

De acordo com registro policial, a filha da vítima Erika Evangelista de Sousa, 18 anos relatou que o pai sofria de problemas psicológicos, mas que mesmo assim ingeria bebidas alcoólicas e que na data de ontem (04), ele estava sofrendo de alucinações, inclusive teria ido a delegacia de policia civil de Mauriti/CE apresentar denuncias falsas sobre um vizinho seu.

Anda segundo o relato da jovem a policia, ao anoitecer José Evangelista se encontrava muito agressivo e por medo das atitudes dele, ela decidiu dormir na laje da casa. Durante Erika acrescentou que madrugada, por volta das 04h00min acordou ouvindo barulhos no interior da residência, em seguida a mesma desceu da laje quando olhou pelas brechas da porta viu chamas de fogo, e retornou para a laje de onde observou que sua mãe, a deficiente visual, Maria Jucineide de Sousa, 43 anos, já se encontrava no meio da rua, por conseguinte, ela desceu novamente da laje para fazer companhia a sua genitora quando acionou a policia via telefone de emergência 190.

A guarnição policial militar de serviço compareceu ao local, aonde foi constatada uma grande nuvem de fumaça e chamas de fogo no interior da casa. Quando o fogo e a fumaça foram totalmente controlados, populares adentraram no interior do imóvel e encontraram José Evangelista Neto dentro do banheiro já sem vida, possivelmente o óbito tenha sido ocasionado por asfixia da fumaça. Os militares solicitaram a presença da perícia forense que fez a remoção do corpo da vítima para autópsia e posterior liberação para sepultamento.

Fonte: Caririceara