Homem é baleado e preso acusado de lançar materiais ilícitos no interior da cadeia pública do Crato

Cadeia Pública do Crato-CE / Foto: Arquivo

Um homem de 27 anos foi baleado e preso na tarde desta segunda-feira (07), em Crato acusado de lançar materiais ilícitos no interior da cadeia pública do município, localizada na Avenida Antônio Macedo de Sousa, 453 no bairro Muriti. José Luan dos Santos Nascimento, de 27 anos, residente na Rua Daniele Matos Mendonça, 698 no bairro São José em Juazeiro do Norte foi atingido com um tiro pistola ponto 40 disparado um dos policiais de sentinela em uma das guaritas da casa de detenção e depois de medicado apresentado na Delegacia Regional de Policial Civil local onde foi autuado por tráfico de drogas e facilitação de mercadorias ilícitas em unidade prisional.

De acordo com boletim da Ciops Crato, ontem por volta das 13h10min, militares da guarnição da casa de detenção solicitaram apoio do policiamento ostensivo para atender a uma ocorrência em que dois homens teriam arremessado no interior do estabelecimento prisional um conteúdo de coisas ilícitas. O reforço policial ao se deslocar para o local avistou José Luan caído em um matagal do lado de fora da cadeia com um ferimento à bala na coxa direita, sendo este foi socorrido pela policia ao hospital São Francisco. Já o segundo acusado empreendeu fuga antes de ser identificado.

Ainda segundo a polícia militar, os acusados ao se aproximarem do muro da cadeia com um “rebolo” vindo o policial que estava de sentinela na guarita ordenar que os indivíduos parassem e levantassem as mãos, porém, Jose Luan fez gestos de como se fosse sacar uma arma e atirar, ocasião em que o militar para cessar qualquer ação contra a integridade física, efetuou disparos de arma de fogo em direção acusado.

Dentro da unidade prisional os agentes penitenciários encontraram o “rebolo” contendo dois aparelhos de telefonia celular, quatro carregadores de celular, três fones de ouvidos, trinta e cinco gramas de maconha, quinze pedras de crack o equivalente a cinco gramas. Os objetos apreendidos foram apresentados juntamente com o baleado na 19ª DRCP do Crato para adoção dos devidos procedimentos.

Fonte: Caririceara