Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Vídeos

TV Diário do Sertão

Mais Acessadas

Pesquisar

Apesar do cenário ainda crítico, cresce área sem seca relativa no Ceará

Chuvas contribuíram para redução da estiagem principalmente no norte da região Nordeste (FOTO: Monitor de Secas/Reprodução)

O mais recente mapa do Monitor de Secas apontou que, em janeiro, o Ceará apresentava 42,03% do seu território sem seca relativa. O dado é o mais positivo desde o início do processo de acompanhamento regular e periódico da situação da seca na região Nordeste, em julho de 2014.

Em dezembro de 2018, a área sem seca era de 7,55%, o que representa uma diferença de 34,48%. Já em relação ao mesmo período do ano passado, o Estado não apresentava nenhuma porção do seu território sem seca.

De acordo com o meteorologista da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) Raul Fritz, as chuvas de Pré-Estação no Ceará, que compreende ao período de dezembro a janeiro, contribuíram para a melhoria do cenário.

"Em janeiro, as chuvas incidiram sobre todo o Estado, mas se concentraram mais em áreas do norte, centro e leste. O oeste do Ceará, como, por exemplo, em torno de Crateús até Campos Sales e Salitre recebeu menos chuva. Já em dezembro, os resultados para a porção norte do Estado foram satisfatórias de maneira geral", explica o pesquisador.

Apesar dos resultados da Pré-Estação, que ficaram 51,3% acima da média, o Estado tem apenas três açudes sangrando e ainda 104 com volume inferior a 30%. O Castanhão, maior reservatório para múltiplos usos do Ceará, está com 3,52% do seu volume total.

Nordeste

Entre os estados que compõem o Monitor de Secas, incluindo Minas Gerais, o Maranhão é quem apresentou maior proporção do território sem seca relativa: 51,81%.

No que se refere à região como um todo, a ferramenta indica 20,93% sem nenhum nível da estiagem. A área com a situação mais extrema é de apenas 2,51%, compreendendo uma porção dos estados da Bahia, Pernambuco e Piauí. Em relação a janeiro de 2018, a região apresentava 25,1% de sua área em seca excepcional.

Funceme

Ceará

Comentários