Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Vídeos

TV Diário do Sertão

Mais Acessadas

Pesquisar

Ceará reduz roubos e furtos de veículos; Fortaleza alcança maior diminuição em sete anos

Foto: Reprodução 

Investimentos em tecnologia, fortalecimento do trabalho ostensivo nas ruas e investigação criminal. Esses foram os principais fatores que contribuíram para que Fortaleza registrasse, em 2018, a maior redução no número de roubos de veículos desde 2011. Outro número positivo é a representatividade de veículos localizados em relação ao número de roubados e furtados, no Ceará. Mais de 92% dos carros e motos subtraídos em ações criminosas foram recuperados pelas forças de segurança em todo o território cearense, em 2018. Com o aumento da recuperação, além de ilustrar o êxito no trabalho dos profissionais da segurança pública cearense, o balanço positivo deverá impactar, por exemplo, nos valores cobrados pelas seguradoras.

“Em 2018, fechamos o ano com 490 veículos roubados, em Fortaleza, a cada 100 mil da frota. É a menor taxa desde 2011, e bem próximo de 2010, que fechou com 446 veículos roubados a cada 100 mil da frota”, destacou o secretário da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa. O gestor da pasta destacou ainda o número positivo no Estado que, em 2018, registrou uma diminuição de 16,3% nos roubos a bens automotores. Em 2017, foram 11.133 casos, já na soma dos 12 meses do ano passado, esse número baixou para 9.319.

Também com um decréscimo de 16,3%, os furtos de veículos no Ceará reduziram de 4.997 casos em 2017, para 4.184, em 2018. No balanço total das duas estatísticas, foram 2.627 veículos a menos subtraídos em ações criminosas no Estado.

Spia e a recuperação de veículos

Um forte aliado dos trabalhos desenvolvidos pelos profissionais cearenses tem sido o Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia), que possibilita a identificação de veículos roubados e furtados transitando pelas vias monitoradas pela SSPDS.

A tecnologia, que foi desenvolvida pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em parceria com a SSPDS e a Universidade Federal do Ceará (UFC), tem ganhado ainda mais força, principalmente após a expansão do sistema de videomonitoramento para 44 cidades do Ceará. Os números que melhor traduzem a importância do Spia são os que se referem à recuperação de veículos. Dos 13.503 veículos roubados e furtados, 12.475 foram localizados. Isso representa 92,4% dos bens subtraídos nas ações criminosas.

“Toda a ação se inicia com uma simples ligação feita ao 190, para a Ciops, onde todos os sistemas atuam de forma integrada. Com o acionamento, a informação é inserida no Spia, que realiza a identificação do veículo. O passo seguinte é repassar a informação para as equipes nas ruas, seja ela da Polícia Militar ou da Polícia Civil e, com isso, é feita a abordagem. Conseguinte a isso, o veículo é apreendido e o desfecho é a devolução do bem para o cidadão”, destacou Coronel Aristóteles Coelho, coordenador da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) da SSPDS, que falou ainda da diminuição dos registros desse tipo de crime na Coordenadoria. “Notamos que durante todo esse período de implantação do sistema houve uma grande diminuição de ocorrências de roubos e furtos na Ciops. É importante destacar que durante as abordagens são realizadas prisões e apreensões, e essas capturas impactam diretamente na diminuição desses eventos”, disse.

A atuação da Polícia Civil

Com o trabalho de investigação da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), foi possível identificar, em 2018, muitos desses grupos criminosos e como eles atuam de forma especializada nesse tipo de delito. “As investigações da DRFVC são responsáveis por identificar toda a cadeia criminosa responsável por esses delitos. Responsabilizando desde os assaltantes até os receptadores que, na maioria das vezes, alteram os sinais identificadores dos veículos”, destacou o delegado Diego Barreto, titular da delegacia especializada. O delegado destacou inclusive que em ações já realizadas neste ano de 2019, cinco veículos de luxo foram recuperados somente em ações da DRFVC e restituídos aos seus respectivos proprietários.

Serviço

A vítima que tiver o veículo roubado ou furtado pode ligar imediatamente para o número 190 comunicando o fato ocorrido e repassando os dados pessoais e do bem subtraído. Após esse procedimento, os dados do veículo são inseridos no sistema S25, onde um alerta provisório é criado no sistema policial, o SPIA. O policiamento na rua é acionado para realizar a abordagem com a finalidade de prender os suspeitos e restituir o bem às vítimas. Tão importante quanto comunicar o crime por telefone, a vítima também precisa comparecer a uma unidade da Polícia Civil para formalizar o fato e restituir o bem localizado, assim como solicitar que o alerta criado no sistema seja retirado. O alerta provisório permanece no sistema até 72 horas a partir da inserção dos dados do veículo.

SSPDS

Ceará

Comentários