Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Vídeos

TV Diário do Sertão

Mais Acessadas

Pesquisar

PRF inicia segunda etapa da Operação Rodovida

Foto: PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia hoje, sexta-feira (22) a segunda etapa da Operação Integrada Rodovida. A ação, que tem o objetivo de diminuir e evitar acidentes graves durante o período de maior movimentação nas rodovias, segue até o dia 09 de março.

Nesse período, a PRF intensificará as ações de fiscalização com o objetivo de coibir infrações relacionadas aos acidentes de maior gravidade como, as ultrapassagens indevidas, o excesso de velocidade, a embriaguez ao volante, não uso do cinto de segurança e sistema de retenção para as crianças, além de condutas de risco envolvendo motocicletas e ciclomotores. Atividades de educação para o trânsito também serão desenvolvidas a fim de conscientizar passageiros e condutores da importância de atitudes prudentes. Ações integradas e simultâneas com outros órgãos ocorrerão com o intuito de somar forças no enfrentamento à violência no trânsito.

A abertura será realizada sexta-feira, 22, das 09h às 11h, na UOP da PRF em Itaitinga, localizada no km 19 da BR-116.

Novo aparelho de triagem para testes de etilômetro será utilizado durante a Operação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) vai operar com uma novidade na segunda etapa da Operação Rodovida: “o bafômetro passivo”, um aparelho de triagem para testes de etilômetro. Com ele, o motorista nem precisará descer do veículo para realizar o teste. O condutor assoprará o equipamento sem contato físico. Caso haja alguma quantidade de álcool no ar expelido, uma luz vermelha será acesa, já quando o resultado for zero, o equipamento emitirá uma luz verde. O teste dura menos de 10 segundos.

Em casos onde o aparelho acusar a presença de álcool, o condutor será convidado a realizar o teste tradicional. Esse sim, identificará qual a quantidade de álcool consumida e se caberá o recolhimento da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa administrativa no valor de R$ 2.934,70 (dois mil novecentos e trinta e quatro reais e setenta centavos) ou a prisão em flagrante, quando o bafômetro acusar valor superior a 0,33 miligramas de álcool por litro de ar expelido.

Tendo em vista que a PRF realiza cerca de seis mil testes de etilômetro por mês, o novo equipamento também proporcionará uma economia de bocais de etilômetro. Ainda há ganhos na questão de impacto ambiental, reduzindo o descarte de bocais de material plástico, sem falar na agilidade para a realização dos testes.

Núcleo de Comunicação/PRF

Ceará

Comentários