Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Vídeos

TV Diário do Sertão

Mais Acessadas

Pesquisar

Temporada de chuvas no Ceará: em 72 horas, cinco pessoas morrem afogadas em açudes, lagoas e rios

Foto: Arquivo
Em apenas 72 horas, autoridades da Segurança Pública registraram cinco casos de afogamentos no Ceará. A chegada da temporada de chuvas no começo do ano aumenta os registros de afogamentos no estado, principalmente no interior e na Região Metropolitana de Fortaleza. Com lagoas e açudes cheios, barragens sangrando e rios caudalosos, banhistas se arriscam nas águas sem o devido cuidado ou fazendo uso de bebidas alcoólicas, o que potencializa os riscos de mortes.
Entre o último domingo (24) e a terça-feira (26), cinco pessoas acabaram mortas em rios e açudes. Um dos casos que mais chamaram a atenção das autoridades ocorreu na tarde de domingo passado (24), quando duas mulheres se afogaram em um açude no Distrito de Sítios Novos, no Município de Caucaia. As vítimas foram identificadas como Aline Maciel Cardoso de Queiroz, 32 anos; e sua prima, Valdiana Cardoso de Sousa, 34 anos.
Em Caririaçu, na Região do Cariri (a 503Km de Fortaleza), foi encontrado, no último domingo (24), o corpo do agricultor Antônio Rodrigues de Sousa, 46 anos. Ele tomava banho em um açude na localidade de Olho D’água, no Distrito de Miragem, na zona rural daquele Município, quando desapareceu nas águas. O corpo sem vida só foi encontrado no dia seguinte ao afogamento.
Mais mortes
Em Morada Nova (a 163Km de Fortaleza) a vítima do afogamento fatal foi identificada como José Airton da Silva Carneiro, agricultor aposentado, de 60 anos de idade. Ele desapareceu quando tomava banho nas águas do Rio Banabuiú. O corpo foi localizado horas depois.
Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) o Corpo de Bombeiros Militar (CBM) foi acionado para atender à uma ocorrência de afogamento com o desaparecimento da vítima no mangue do Rio Pacoti, no Município do Eusébio.
Após horas de mergulhos, bombeiros do Núcleo de Busca e Salvamento Major Rosana Busson (NBS) encontraram o cadáver do adolescente Francisco Lyedson Alves da Silva, 15 anos. Segundo seus familiares, ele desapareceu nas águas enquanto catava caranguejos no mangue, na tarde de domingo. O corpo só foi encontrado nesta terça-feira.
Com informações do jornalista Fernando Ribeiro

Policial

Comentários