Publicidade

Publicidade

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Vídeos

TV Diário do Sertão

Mais Acessadas

Pesquisar

Mulher persegue o marido supondo que ele estava com amante e causa grave acidente

A Hilux ficou com a frente completamente destruída na colisão com a lateral de um ônibus. – Foto: Redes Sociais

Três pessoas ficaram feridas em um grave acidente ocorrido na noite desta terça-feira (26), em Fortaleza. Uma caminhonete colidiu em alta velocidade na lateral de um ônibus no bairro Parangaba. Segundo apurou a Polícia, o motorista da Hilux estava sendo perseguido pela esposa, que dirigia um Corolla. Ela suspeitava que o marido estivesse com uma amante.

O acidente ocorreu no cruzamento da Avenida Cônego de Castro com a Rua Eduardo Perdigão, quando o guiador da Hilux perdeu o controle da direção e bateu violentamente na lateral de um coletivo que fazia a linha Centro-Novo Maracanaú. A frente da caminhonete ficou completamente destruída com o impacto da batida e os ocupantes escaparam da morte graças ao acionamento do airbag.


O guiador da caminhonete estava na companhia de um casal. Ele contou que vinha sendo perseguido pela esposa que estava no Corolla e acreditava que o marido estivesse com uma amante. A esposa não ficou ferida já que seu automóvel não se envolveu na colisão.

Atrás da rival

A guiadora contou que acreditava que o marido estivesse com outra mulher, com quem o companheiro teria uma relação extraconjugal.

Os feridos foram socorridos para o hospital “Frotinha” de Parangaba e, posteriormente, transferidos para o Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro). Já o cobrador do ônibus se queixou de fortes dores nas costas e também foi encaminhado a um hospital próximo.

Uma equipe do Núcleo de Busca e Salvamento Major Rosana Busson, do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) foi acionada para realizar o resgate dos ocupantes da caminhonete, mas ao chegar no local os feridos já haviam sido retirados dos destroços da Hilux.

O caso será apurado pela Polícia Civil através de inquérito.

Com informações do jornalista Fernando Ribeiro

Policial

Comentários