Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Vídeos

TV Diário do Sertão

Mais Acessadas

Pesquisar

Pai é preso suspeito de estuprar as filhas em Caririaçu

Foto: Arquivo

Um homem de 42 anos foi preso na noite deste domingo (17), acusado de estupro em Caririaçu. Uma das filhas que ele estuprava denunciou o caso à polícia. As vítimas, de 7 e 15 anos, confirmaram os abusos.

O nome do suspeito e a localidade onde o crime aconteceu não serão divulgados para preservar a identidade das vítimas, uma vez que a divulgação dessas informações expõe as filhas do acusado.

De acordo com a vítima de 15 anos, ela era estuprada pelo próprio pai desde os 7 anos de idade.

Uma equipe da Polícia Militar se deslocou até a residência do suspeito, onde o encontraram deitado numa rede. Ele foi conduzido à Delegacia Regional de Polícia Civil de Juazeiro do Norte para a adoção dos devidos procedimentos. Lá, o homem passou a noite na carceragem, sendo posteriormente recambiado à Cadeia Pública onde permanecerá a disposição do Poder Judiciário de Caririaçu.

Pai e filha foram submetidos a exames na Perícia Forense, ocasião em que o acusado foi autuado em flagrante.

Denúncias

A Polícia ressalta que é muito importante que a população seja parceira dos órgãos de segurança e assistência às crianças, adolescentes e pessoas vulneráveis e denunciem casos suspeitos de violência sexual. Saiba a quais órgãos recorrer:

Conselhos Tutelares: os Conselhos Tutelares foram criados para zelar pelo cumprimento dos direitos das crianças e adolescentes. A eles cabe receber a notificação e analisar a procedência de cada caso, visitando as famílias. Se for confirmado o fato, o Conselho deve levar a situação ao conhecimento do Ministério Público.

Varas da Infância e da Juventude e delegacias: em município onde não há Conselhos Tutelares, as Varas da Infância e da Juventude podem receber as denúncias. Outros órgãos que também estão preparados para ajudar são as Delegacias de Proteção à Criança e ao Adolescente e as Delegacias da Mulher.

Disque 100: no serviço do Disque Denúncia Nacional de Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, o usuário pode denunciar violências contra crianças e adolescentes, colher informações acerca do paradeiro de crianças e adolescentes desaparecidos, tráfico de pessoas – independentemente da idade da vítima – e obter informações sobre os Conselhos Tutelares. O serviço funciona diariamente de 8h às 22h, inclusive nos finais de semana e feriados. As denúncias recebidas são analisadas e encaminhadas aos órgãos de defesa e responsabilização, conforme a competência num prazo de 24h. A identidade do denunciante é mantida em absoluto sigilo.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do Portal Aurora Notícias no (88) 99799-9345.

Policial

Comentários