Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Vídeos

TV Diário do Sertão

Mais Acessadas

Pesquisar

Temer é denunciado por corrupção, lavagem de dinheiro e peculato na Lava Jato

A investigação contra Temer tem relação com corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e fraudes à licitação na construção da usina nuclear de Angra 3 
(Foto: EVARISTO SA/ AFP)

Ministério Público Federal do Rio de Janeiro denunciou oficialmente nesta sexta-feira, 29, o ex-presidente Michel Temer (MDB) e o ex-ministro Moreira Franco (Minas e Energia) por desvios milionários realizados durante as obras da usina nuclear de Angra 3. Além deles, outros oito investigados na Operação Descontaminação da Lava Jato também foram enquadrados.

O ex-presidente foi acusado formalmente por corrupção e lavagem de dinheiro e por peculato e lavagem de dinheiro. As denúncias passarão pelo juiz da 7ª Vara Federal do Rio, Marcelo Bretas, e, caso ele as aceite, Temer irá responder as ações na Justiça Federal fluminense.

Michel Temer foi preso no último dia 21, em sua residência, em São Paulo. Ele ficou recolhido por quatro dias na Superintendência da Polícia Federal do Rio e foi solto nessa segunda-feira, 25, após decisão do desembargador Ivan Atchié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região.

Nessa quinta-feira, 28, o juiz Rodrigo Parente Paiva, da 15ª Vara Federal de Brasília, aceitou as denúncias contra o ex-presidente e ele também se tornou réu pela primeira vez em uma ação criminal. A acusação é relacionada a mala de R$ 500 mil do executivo da J&F, Ricardo Saud.

Fonte: O POVO

Jurídico

Política

Comentários