Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Vídeos

TV Diário do Sertão

Mais Acessadas

Pesquisar

Pai suspeito de estuprar filha é preso após vídeo ser encontrado pela mãe da criança, em Fortaleza

Foto: Arquivo

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio da Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca), deu cumprimento a um mandado de prisão contra um homem de 41 anos, indiciado pelo crime de estupro de vulnerável contra a filha de seis anos. Além disso, o homem também produziu e compartilhou imagens da violência sexual que praticava, como apontam as apurações. A prisão do homem foi realizada, na manhã desta quarta-feira (10), em Fortaleza.

Conforme levantamentos da especializada, o caso foi denunciado pelo Conselho Tutelar pela mãe da criança, no dia 5 de abril. Ainda segundo apuração dos policiais civis, a mãe da criança descobriu um vídeo pornográfico, salvo no computador da residência, no qual a filha aparece junto com o pai da criança.

Após diligenciar no intuito de identificar indícios suficientes da autoria e materialidade do crime, a Dceca reapresentou pela prisão preventiva do homem, cujo mandado foi cumprido na manhã de hoje. Quando o inquérito policial for concluído, a autoridade policial irá remeter os autos aos cuidados do Poder Judiciário.

O homem, que não terá o nome revelado para preservar a identidade da vítima, se encontra preso e à disposição da Justiça para responder pelos crimes de estupro de vulnerável agravado pela filiação, além da produção e compartilhamento de material pornográfico envolvendo criança e adolescente. As penas para os crimes ultrapassam os 30 anos de prisão.

Denúncias

A população pode denunciar crimes contra crianças e adolescentes para Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca). Caso você tenha informações que auxiliem o trabalho da Polícia, basta ligar para o número (85) 3101-2044, que é o telefone da Dceca, ou para o Disque 100, serviço oferecido para a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Polícia Civil

Policial

Comentários