Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Vídeos

TV Diário do Sertão

Mais Acessadas

Pesquisar

Quebra de tabu, reclamações com a arbitragem numa quarta de indefinições na Série B Cearense

O Icasa venceu a equipe do Crato no estádio Mirandão.
Foto: Arquivo/Globo Esporte

A quarta-feira (15) foi de indefinições na Série B do Cearense. No Grupo A ocorreram dois jogos. Os visitantes venceram. O Maracanã fez 1 a 0 no União e o Maranguape, na estreia do técnico Vladimir de Jesus, venceu o Tiradentes por 3 a 0. Dessa forma a definição de quem segue na competição e quem será rebaixado ficou para o próximo domingo (19). O Maracanã enfrentará o Tiradentes, nesse caso quem vencer continua na Série B e quem perder vai para a Série C do Cearense.

No Grupo B o Icasa quebrou um tabu. O time não vencia uma partida oficial desde 02 de junho de 2018, quando venceu o Barbalha, pela última rodada da segunda fase da Série B do Cearense daquele ano. Nesta noite, com gol de Diego Viana, o Verdão do Cariri conseguiu vencer o Crato, por 1 a 0. As coisas só não foram melhores, devido ao empate em Limoeiro entre Esporte e Pacajus em 1 a 1. Com esse resultado, a definição quanto a quem segue na Série B do Cearense e quem é rebaixado, ficará para a última rodada, ocasião em que Icasa e Esporte Limoeiro se enfrentam no Romeirão.

O detalhe da rodada foram as reclamações do Esporte Limoeiro quanto a arbitragem. É o terceiro time que reclama de erros da arbitragem em favor do Pacajus. Primeiro foi o Campo Grande, que teve pênalti claro não marcado a favor, depois o Crato reclamou a marcação de um pênalti contra, que resultou na vitória do Pacajus e agora, o Esporte Limoeiro reclama um gol anulado pela arbitragem, quando a partida estava em 0 a 0. O jogo terminou em 1 a 1 e o gol poderia ter dado a vitória para o Esporte, que ainda não venceu na competição. Nesse caso, pior para o Esporte Limoeiro que segue a luta para não ser rebaixado.

Com informações de Toni Sousa/ Portal Badalo

Esportes

Comentários