Publicidade

Publicidade

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Vídeos

TV Diário do Sertão

Mais Acessadas

Pesquisar

Homem que cometeu latrocínio em Aurora há 14 anos é preso no município de Barbalha

Foto: Polícia Civil

Por Henrique Macêdo - Redação Aurora Notícias

Uma operação conjunta realizada no dia 5 de junho pelas equipes das delegacias de Aurora e Barbalha, na região do cariri cearense, resultou no cumprimento de mandados de prisão expedido pela Comarca de Aurora em desfavor de João Juscelino Barbosa Cardoso, vulgo “João de Edmundo”, condenado a vinte e nove anos de prisão em regime fechado pela prática de crime de latrocínio que teve como vítima Carlos Antônio Gonçalves Ferreira, conhecido popularmente como “Carlos de Lorival”. O crime ocorreu em 30 de março de 2005, por volta das 19h00 no Sítio Volta, zona rural de Aurora. A vítima foi assassinada com disparos de arma de fogo.

Na época o crime chocou a cidade pela crueldade da prática criminosa.

Os executores diretos foram identificados como João Juscelino Barbosa, apelidado por “Zé de Edmundo”, e Gilian Barbosa Cardoso, vulgo “Gilvan”, que chegaram ao local de balaclava, para roubar duas motos da vítima e de logo iniciaram a execução. O infrator preso, “João de Edmundo” atuou como partícipe dando apoio logístico ao crime. Cícero Uenes de Lima Silva, o “Suenes” foi o mandante e autor intelectual do latrocínio. O crime também foi orquestrado por Manoel Edson Ferreira André, apelidado por “Neo”, Francisco Antônio Ferreira, vulgo “Sieldo”, e Raimundo Francisco de Lima, o “Nato”.

“Suenes”, indivíduo muito perigoso, estava preso no “Tourinho”, em Juazeiro do Norte, mas conseguiu fugir.  De acordo com a Polícia Civil, já existem possíveis relatos que está se homiziando na zona rural de Aurora.

O delegado de Polícia Civil, Doutor Paulo Hernesto, pede a ajuda da população para que o criminoso seja preso.  

“Temos possíveis relatos que está se homiziando na zona rural de Aurora. Precisamos da ajuda da população para localizar este indivíduo que já matou e mandou matar várias pessoas” ressalta.

“João de Edmundo”, encontra-se recolhido na Cadeia Pública de Barbalha, onde permanece a disposição do Poder Judiciário. Possivelmente será transferido para Aurora nos próximos dias.

“Temos a certeza que a família está mais tranquila e confortada neste momento”, ressalta doutor Paulo Hernesto.

“Isso é uma prova que temos nos empenhado a cada dia para garantir a segurança do município, e principalmente cessar o sentimento de impunidade, pois quem comete crimes deve se sujeitar as penas estabelecidas na lei brasileira. O criminoso que retirou a vida da vítima hoje, quatorze anos depois, está cumprindo pena por este crime”, enfatiza o delegado.

O delegado também lembra que a colaboração da população dos municípios de Aurora e Barro é fundamental para que as duas cidades se tornem mais seguras.

“A segurança de Aurora e Barro é nossa missão, a única certeza do infrator é que ele vai ser preso. Seja nosso parceiro, ajude-nos a tornar nossa cidade mais segura. Temos nos empenhado para que delitos desta natureza sejam coibidos e devidamente punidos. Apoie. Denuncie.  Se a população não ajudar, não conseguimos fazer o nosso trabalho”, destacou.

A Polícia Civil de Aurora dispõe de ferramentas interativas para o recebimento de denúncias. Todos os canais estão disponíveis e o sigilo é absoluto.

Fixo: 88 3543 1832.

WhatsApp: 88 999830771/981012001.

Mensagens/inbox no facebook.

Instagram @delegaciamunicipaldeaurora


Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do Portal Aurora Notícias no (88) 99799-9345.

Aurora

Comentários