Publicidade

Publicidade

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Vídeos

TV Diário do Sertão

Mais Acessadas

Pesquisar

“Renan Morcegão” morre em confronto com a Polícia Militar em Crato


Foto: Arquivo/ Caririceara.com

Um homem tido pela polícia como sendo de alta periculosidade morreu, e outras três pessoas foram presas durante uma operação da Polícia Militar contra o tráfico de drogas no município do Crato. A ação policial ocorreu na noite desta terça-feira (11), na Vila São Bento.

De acordo com a PM, por volta das 22h30min o policiamento do Raio foi solicitado pelo subcomandante da 5ª Cia/2º BPM, para dar apoio à equipe da Força Tática (FT), numa ação policial na rua padre Nobre, 58, bairro Vila São Bento onde dois indivíduos estariam traficando drogas onde poderia haver também armas, e que um dos suspeitos poderia ser o “Renan morcegão” ao qual era atribuído a chefia do tráfico de drogas no bairro Seminário.

Diante das informações os policiais do Raio seguiram para o local onde abordaram a jovem Bruna Tayná Jacinto Freire, 23 anos que permitiu a entrada dos PMs ao interior do imóvel onde segundo os militares, ouviram alguém dizendo corre-corre momento que perceberam a pessoa de Débora Luana Germano Maropo, 20 anos sair correndo. A equipe PM saiu em perseguição a mulher quando Ítalo Renan Barbosa de Souza, 27 anos, o “Renan Morcegão” surgiu na sala de posse de um revólver e os policiais se abrigaram ordenando que o homem soltasse a arma. No entanto, dizem os policiais, o suspeito efetuou dois disparos contra a guarnição, que revidou a agressão tingindo “Renan Morcegão” com dois tiros. Após cessarem as ameaças, os policiais também abordaram o jovem Franklin da Costa Souza, 25 anos e acionaram o SAMU que ao chegar constatou o óbito de “Renan Morcegão”.

SAIBA MAIS

O local onde aconteceu o fato é um apartamento com vários quartos, sendo que no lado esquerdo na parte da frente para rua mora o casal Franklin e Bruna, e do lado direito moravam “Renan Morcegão” e Débora. Durante revista pessoal, foi encontrada com a mulher de nome Bruna a quantia de R$ 5.500,00 em espécie na parte interna do seu short, tendo ela mesma retirado o dinheiro depois que os policiais notaram o grande volume na roupa que dela. Já na cozinha da residência onde moram Franklin e Bruna, foram apreendidas 17 trouxinhas de maconha, que estavam escondidas no interior do cano da pia.

Ao ser indagado pela droga, Franklin confessou a guarnição policial ter escondido ilícito ao ter visto a chegada das viaturas, acrescentando ainda lançando pela janela outra quantidade de entorpecente, 14 trouxinhas de cocaína que foram encontradas e também apreendidas. No interior do apartamento também foram apreendidos, uma balança de precisão, além de Moto Twister 2006, dois Celulares e vários sacos de dindins comumente utilizados para embalar drogas

Ainda de acordo com a polícia, a arma que “Renan Morcegão” usou para atira contra os policiais, um revólver calibre 38, capacidade para seus tiros, continha três munições intactas e duas deflagradas. Diante dos fatos, Bruna, Débora e Franklin juntamente com os itens apreendidos foram apresentados ao delegado de plantão na Delegacia Regional de Policia Civil do Crato, Dr. Levi Gonçalves Leal que adotou os devidos procedimentos. O Corpo de “Renan Morcegão” foi recolhido pela perícia forense para ser necropsiado.

Fonte: Caririceara

Policial

Comentários